Liga Sul-Americana de Basquete 2014 – primeira fase – Rodada 2

A noite desta quarta-feira (01/10/2014) não foi boa para o Mogi das Cruzes/Helbor. Sem apresentar um bom rendimento, a equipe paulista foi derrotada pelo Malvín, do Uruguai, pelo placar de 85 a 68, e conheceu sua primeira derrota no Grupo A da Liga Sul-Americana 2014, que tem como sede a sua casa, o Ginásio “Professor Hugo Ramos”.

Agora, os mogianos farão um confronto de vida ou morte diante do Libertad Sunchales, da Argentina, nesta quinta-feira (02/10). Quem vencer o duelo que acontecerá às 20h00, com transmissão ao vivo do SporTV 3, passará a próxima fase do torneio continental. Com o triunfo frente aos donos da casa, os uruguaios do Malvín garantiram a classificação antecipada à segunda etapa da competição.

Atuando ao lado de sua torcida, Mogi até começou melhor o jogo e fechou o primeiro quarto em vantagem (21 a 18). Mas a partir do segundo período os visitantes assumiram a ponta do placar e dominaram completamente as ações. Depois de fechar a primeira metade do confronto com seis pontos de frente, o Malvín apresentou muita regularidade tanto na defesa quanto no ataque e não deu mais chances aos anfitriões.

Basquete é um jogo dos dois lados da quadra. Nosso time sempre ataca bem e defende bem. Hoje a defesa não funcionou e, consequentemente, o ataque não fluiu. Nosso forte é quando conseguimos sair forte para sair em contra-ataque e não conseguimos fazer isso. Não estivemos bem e temos que ter cabeça no lugar para conquistar a vitória frente ao Libertad para garantir nosso objetivo que é a classificação”, declarou o armador Gustavinho, que deixou a quadra com 12 pontos.

Grande parte do triunfo dos representantes do Uruguai se deve ao desempenho do ala Nicolas Mazzarino, cestinha da equipe, com 16 pontos. Outros atletas fundamentais para o êxito do Malvín foram os pivôs Roque Newsome e Rubén Garcés, que saíram do banco de reservas e marcaram 18 e dez pontos, respectivamente. Pelo lado da equipe brasileira, os maiores pontuadores foram os norte-americanos Shamell, autor de 17 pontos, e Tyrone Curnell, com 16 pontos.

Liga Sul-Americana de Basquete 2014
Mogi decidirá sua classificação à próxima fase da Liga Sul-Americana diante do Libertad (ARG). Foto: FIBA Américas/ Divulgação

O jogo começou com uma verdadeira chuva de arremessos da linha de três pontos. Das sete primeiras cestas convertidas pelas duas equipes nos minutos iniciais, cinco foram de longa distância. Shamell e Tyrone anotaram uma bola longa cada e os mogianos chegaram a abrir 8 a 3 de frente. Na sequência, Bavosi, pela segunda vez, e Mazzarino deram o troco na mesma moeda e o Malvín passou à frente (11 a 8).

Depois do bom começo para os dois lados, o jogo ficou bastante truncado. Foi então que Gustavinho saiu do banco de reservas e os donos da casa deslancharam. Com boas jogadas individuais, o armador comandou o bom final de quarto dos mogianos. Sem dar espaços aos uruguaios e com boas tramas ofensivas do outro lado da quadra, os brasileiros voltaram a ficar em vantagem e fecharam a parcial inicial com três pontos de frente: 21 a 18.

A volta para o segundo período foi completamente favorável aos uruguaios. Com uma forte defesa, o Malvín não deixou o Mogi pontuar e ainda teve liberdade para contra-atacar. Desta maneira, em pouco mais de dois minutos, os visitantes aplicaram uma sequência de 7 a 0, assumiram a ponta do placar (25 a 21) e obrigaram o técnico mogiano Paco García a parar o jogo. Mesmo depois da parada, o cenário da partida pouco se alterou e os uruguaios chegaram a ampliar a diferença no placar (35 a 28). Com dois tiros de três pontos praticamente seguidos de Shamell, Mogi chegou a esboçar uma reação e baixou o prejuízo para um ponto (35 a 34), mas os atuais campeões da Liga Uruguaia voltaram a se aproveitar dos erros dos rivais e foram para os vestiários com seis pontos de frente: 42 a 36.

O terceiro quarto foi uma verdadeira batalha de nervos. Com boas jogadas de garrafão, o Malvín manteve a boa vantagem no placar durante os primeiros minutos da parcial. No embalo de boas jogadas de Gustavinho e Shamell, Mogi chegou a baixar a diferença para apenas três pontos (52 a 49), mas os uruguaios não se abalaram. Contando sempre com a mão calibrada de Mazzarino e bons lances do reserva Martínez, a equipe visitante se comportou no fim do período e levou o confronto para os dez últimos minutos com o placar sua maior vantagem no jogo até então: 64 a 54.

A larga vantagem dos rivais trouxe nervosismo ao Mogi e a equipe não conseguiu se encontrar durante a parcial final. Sendo assim, os uruguaios tiveram caminho livre para manter o domínio da partida e ampliar ainda mais a diferença no placar. Com um alto aproveitamos nos arremessos de três pontos e boas jogadas no garrafão, o Malvín manteve uma boa margem de pontos a seu favor e confirmou o triunfo que lhe garantiu a classificação antecipada à segunda fase com tranquilidade nos minutos finais.

Confira a tabela completa do Grupo A da Liga Sul-Americana 2014:

Sede: Mogi das Cruzes

30/09 (terça-feira)
Libertad Sunchales (ARG) 66 x 72 Malvín (URU)
Mogi das Cruzes/Helbor 84 x 50 Colégio La Salle (BOL)

01/10 (quarta-feira)
17h45 – Colégio La Salle (BOL) 60 x 86 Libertad Sunchales (ARG)
20h00 – Mogi das Cruzes/Helbor 68 x 85 Malvín (URU) – ao vivo no SporTV

02/10 (quinta-feira)
17h45 – Malvín (URU) x Colégio La Salle (BOL)
20h00 – Mogi das Cruzes/Helbor x Libertad Sunchales (ARG) – ao vivo no SporTV 3

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios