Campanha de Vacinação Antirrábica começa nesta segunda-feira (29/09/2014)

Começa nesta segunda-feira (29/09/2014) a Campanha de Vacinação Antirrábica em Mogi das Cruzes que, neste ano, percorrerá 160 pontos diferentes até o dia 7 de novembro. Nesta quinta-feira (25/09), o veterinário Renato Saito Siqueira, do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), ministrou treinamento para novos agentes de controle de vetores que irão colaborar com a imunização de cães e gatos na cidade. Neste ano, a meta do Centro de Controle de Zoonoses é imunizar 55 mil cães e 8 mil gatos. A vacinação é gratuita.

Veja aqui a relação de postos de vacinação

O trabalho será realizado por 15 técnicos, sendo que a nova equipe recebeu instruções sobre conservação, armazenamento e aplicação das doses, trabalho que exige técnica e cuidado. “Por questão de segurança, orientamos os proprietários que façam a correta condução dos animais até o local de vacinação. Cães das raças Rottlerina, Pit Bull, Mastim Napolitano e American Staffordshire Terrier, e raças derivadas, devem ser levados com coleira, guia curta de condução e focinheira. Para os demais, basta coleira e guia. Já os gatos precisam ser levados dentro de uma caixa de transporte, porque são muito ariscos e agitados”, explica o veterinário.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu no início do mês, do Instituto Pasteur, a confirmação do envio das doses necessárias para a realização da Campanha de Vacinação Antirrábica. Isso obrigou o município a realizar a imunização num período diferente em relação aos anos anteriores. “Esperamos uma grande adesão dos proprietários de animais para que o maior número possível de cães e gatos sejam imunizados. A raiva é uma doença fatal para cães e gatos e que pode ser transmitida por estes animais ao homem”, orienta.

Vacinação Antirrábica
Neste ano a campanha percorrerá 160 pontos diferentes até o dia 7 de novembro. Foto: PMMC

A vacina é a única maneira de prevenir a raiva, doença fatal que pode ser transmitida aos seres humanos por animais suscetíveis ao vírus. A contaminação ocorre quando o homem é mordido ou simplesmente entra em contato com a saliva de cães e gatos doentes. Todos os cães e gatos a partir de quatro meses de vida devem ser vacinados, incluindo as fêmeas prenhas ou amamentando, pois não existe contraindicação.

Em Mogi das Cruzes, há muitos anos não são registrados casos de raiva canina ou felina, mas existem ocorrências em morcegos. O último caso foi registrado em 2008, no Distrito de Braz Cubas, quando todas as medidas foram tomadas. Daí a importância de se vacinar os cães e gatos, pois os morcegos podem transmitir o vírus aos animais não imunizados.

Pessoas mordidas, arranhadas ou feridas por cães e gatos devem lavar bem o local atingido com água e sabão. A vítima deve ser encaminhada para o serviço de saúde e o animal deve ser observado por 10 dias, em local isolado. Qualquer mudança no seu comportamento deve ser informada às autoridades de saúde para que sejam tomadas as medidas necessárias.

Quem tiver alguma dúvida pode entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonose pelo telefone é 4792-8585.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios