Iniciativa da EDP beneficia mais de 28 mil alunos do Alto Tietê

A partir desta semana (25/08/2014), escolas municipais e estaduais das cidades do Alto Tietê recebem a unidade móvel do projeto Boa Energia nas Escolas. Desenvolvido pela EDP, o laboratório sobre rodas beneficiará mais de 28 mil alunos nos municípios de Suzano, Poá, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos e Mogi das Cruzes com atividades lúdicas sobre a utilização segura e consciente da energia elétrica.

Focado no incentivo à sustentabilidade e preservação do meio ambiente na comunidade escolar, o ‘Boa Energia nas Escolas’ trabalha inicialmente a capacitação de educadores – com cartilhas e materiais para o aprendizado em sala de aula – e também o contato prático e presencial dos alunos com temas estudados em classe por meio de uma carreta itinerante.

Carreta itinerante do projeto Boa Energia nas Escolas traz atividades sobre o uso eficiente e seguro da energia elétrica
Carreta itinerante do projeto ‘Boa Energia nas Escolas’ traz atividades sobre o uso eficiente e seguro da energia elétrica

A EDP enxerga as crianças como seres multiplicadores. Quando uma informação relevante sensibiliza o jovem, ele absorve e transmite a mudança para seus familiares”, explica o Diretor Geral da EDP Bandeirante, Michel Itkes. “É um ciclo que ultrapassa os muros da escola e impacta positivamente os envolvidos mediante a transformação de hábitos e comportamentos.”

Por dentro do caminhão

O caminhão da EDP permitirá às crianças a oportunidade de, por exemplo, entender melhor o consumo de energia dentro de casa. A partir de um painel interativo que mostra os principais equipamentos elétricos e seus respectivos níveis de consumo, é possível trabalhar a importância da utilização consciente da energia e reforçar atitudes simples para reduzir o consumo e, consequentemente, o valor da conta de luz.

Além do painel interativo, outras atividades estão presentes na carreta:

Lousa interativa, jogos e atividades – comandada por um computador e um projetor multimídia, a lousa possibilita maior interatividade e atualização constante dos conteúdos e aplicativos;

Bicicleta geradora de energia – o movimento do pedal da bicicleta transforma a energia mecânica em elétrica, gerando até 100 watts. Os próprios alunos pedalam e geram energia suficiente para ligar uma lâmpada;

Arco voltaico/chispa – produz descarga e fagulha instantânea, simulando a energia em movimento;

Pilha humana – quando as mãos são encostadas sobre uma placa de metal, fecha-se por meio do corpo um circuito eletrolítico capaz de gerar corrente elétrica. Os alunos fazem o teste para ver quem produz mais energia;

Gerador de Van Der Graaf – o atrito é capaz de gerar eletricidade estática. Ao tocar no globo, faz arrepiar o cabelo.

Portal interativo

O projeto conta ainda com uma ferramenta educacional para o ensino sobre energia: um site totalmente interativo e lúdico. O portal tem como objetivo ampliar a divulgação do tema e conscientizar a respeito do consumo eficiente entre crianças e jovens. Para mais informações sobre o programa, acesse: boaenergianasescolas.com.br

Anúncios