Hospital Municipal será inaugurado neste sábado, 14/06/2014

O prefeito Marco Bertaiollli, acompanhado do vice-prefeito José Antonio Cuco Pereira, apresentou o Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Prefeito Waldemar Costa Filho à imprensa da região do Alto Tietê, nesta tarde de sexta-feira (13/06/2014). O hospital, localizado no distrito de Braz Cubas, será inaugurado neste sábado (14/06), às 9h00, com a presença do governador Geraldo Alckmin.

Antes de percorrer cada um dos sete pavimentos do hospital, o prefeito falou sobre o pacto hospitalar que está sendo firmado entre os equipamentos da cidade para garantir mais eficiência e qualidade no atendimento aos mogianos. “O Hospital Municipal vai fazer o que os outros hospitais não fazem, como cirurgias ginecológicas, cirurgias vasculares e de hérnia, complementando a rede hospitalar existente hoje na cidade. Tudo isso de forma conectada e integrada, por meio do SIS”, explicou, lembrando que esse pacto hospitalar está ajustado com diretores do Hospital Luzia de Pinho Melo, Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes e Dr. Arnaldo Pezzutti Cavalcanti.

A visita começou pelo térreo, com entrada independente pela rua Guttermann e acesso ao Ambulatório Infantil, totalmente equipado e estruturado para atender crianças com segurança e qualidade. “O Ambulatório de Pediatria funcionará 24 horas por dia e contribuirá para desafogar o Pró-Criança, garantindo atendimento principalmente para as crianças que residem em Braz Cubas e Jundiapeba, que são os distritos mais populosos da cidade”, explicou o prefeito.

Hospital Municipal
Foram investidos R$ 35 milhões na construção do Hospital Municipal. Foto: Ney Sarmento

Outra novidade será o Ambulatório da Mulher, instalado no primeiro andar do novo prédio, para onde será transferido o Pró-Mulher II, atualmente instalado num espaço alugado no Distrito de Braz Cubas. “A partir do dia 1º de julho o Pró-Mulher II muda para cá, contando com toda estrutura necessária para oferecer atendimento completo e de qualidade às mogianas”, adiantou.

O Hospital Municipal de Mogi das Cruzes foi construído a partir de uma arquitetura moderna e sustentável, com recursos voltados para o reaproveitamento da água e a otimização da energia. No total, são 8,5 mil metros quadrados de área construída, numa área de 10,5 mil metros quadrados, distribuídos em sete pavimentos. Tem capacidade para 91 leitos, sendo 69 de internação, 10 de UTI – Unidade de Terapia Intensiva e 12 de observação no Pronto Atendimento. “A unidade está pronta e totalmente equipada para entrar em funcionamento“, informou o secretário municipal de Saúde, Marcello Cusatis.

Para a construção do Hospital Municipal foram investidos R$ 35 milhões, sendo R$ 18 milhões repassados pelo Governo do Estado e o restante por recursos próprios da Prefeitura de Mogi das Cruzes. Outros R$ 15 milhões foram investidos em mobiliários e equipamentos, dos quais R$ 11,3 milhões foram repassados pelo Governo Estadual e R$ 3 milhões pelo Governo Federal, por meio de emenda parlamentar.

Hospital Municipal
O hospital tem capacidade para 91 leitos, sendo 69 de internação, 10 de UTI e 12 de observação. Foto: Ney Sarmento

A nova unidade fará parte do Sistema Integrado de Saúde (SIS), que unifica toda a rede e oferece ao paciente mais segurança e agilidade no atendimento, e será credenciada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No total, terá capacidade para realizar até 8 mil consultas por mês, sendo 3 mil atendimentos no Ambulatório Infantil, 3 mil no Ambulatório da Mulher e 2 mil no Ambulatório de Especialidades (clínica médica, cirurgia vascular, urologia, otorrinolaringologia e cirurgia geral). “Uma das principais atuações do Hospital Municipal será a realização de cirurgias de pequena e média complexidade, atendendo à demanda existente na cidade”, adianta o coordenador médico hospitalar da Prefeitura de Mogi das Cruzes, Paulo Villas Bôas de Carvalho.

O gerenciamento do hospital será feito pela Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, organização social que está presente em 30 municípios, onde é responsável pela administração de 37 equipamentos de saúde, entre os quais hospitais, centros de referência, UPAs e SAMUs.

Nova linha

A Prefeitura inicia nesta segunda-feira (16/06) uma nova linha circular de transporte coletivo para atendimento aos usuários do novo hospital. Os ônibus da linha L004 serão identificados como “Hospital Municipal via Estação Braz Cubas” e terão 26 partidas diárias, com intervalos médios de 35 minutos.

A nova linha sairá da Rua Capitão Francisco de Almeida, ao lado do hospital, e percorrerá as principais ruas e avenidas de Braz Cubas: Rua do Agricultor, Rua Valmet, Rua Santa Efigênia, Rua Thuller, Avenida Japão, Avenida Júlio Simões, Apolo 18, Rua Francisco Martinez Casanova, Avenida Edith Inácio da Silva, Rua Shiguetosi Suzuki, Avenida Shozo Sakai, Avenida Conceição, Avenida Anchieta, Rua Schwartzmann e Rua Guttermann, retornando à rua Capitão Francisco de Almeida.

Veja aqui os horários da nova linha circular

Outras quatro linhas já atendem a região onde está localizado o Hospital Municipal. A linha C202 (Terminal Central – Conjunto Santo Ângelo via Braz Cubas) e o sentido centro da linha C204 (Terminal Central – Jardim Aeroporto III) já passam atualmente pela Rua Guttermann, onde está localizada a entrada principal do hospital. As linhas C106 (Terminal Central – Vila Brasileira) e E108 (Terminal Estudantes – Jardim Universo/Alto Guaianases) passam pela Rua Padre Álvaro Quinones Zuniga, que fica a cerca de 150 metros do hospital.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios