Novo Basquete Brasil 2013/2014 – Rodada 36

O Ginásio Municipal de Esportes “Professor Hugo Ramos” estava lindo para a partida da classificação do Mogi das Cruzes/Helbor às Finais do NBB, e a equipe do técnico Paco García retribuiu o apoio vindo das arquibancadas com um show de bola. Dominando o jogo desde o primeiro minuto, o time do Alto Tietê teve grande exibição e bateu o SKY/Basquete Cearense, neste sábado (29/03/2014), pelo placar de 96 a 74, resultado que carimbou a vaga dos mogianos nos playoffs da sexta edição do maior campeonato do país.

Com o resultado, o Mogi chegou a 13 vitórias em 31 partidas no NBB (41,9% de aproveitamento) e agora não tem mais chances matemáticas de deixar o grupo dos 12 primeiros colocados, mesmo em caso de derrota em sua última partida na fase de classificação para o Flamengo, em casa, na próxima terça-feira (01/04), às 20h00. Já classificado, o time do Ceará conheceu seu 16º revés em 31 jogos (48,3% de aproveitamento).

Três jogadores do Mogi registraram duplo-duplos na partida: o ala Marcus Toledo, com 22 pontos e 11 rebotes, o pivô Daniel Alemão, responsável por 13 pontos e 11 rebotes, o armador Gustavinho, principal ‘maestro’ dos mogianos no duelo, responsável por 12 pontos e 11 assistências. Pelo lado dos nordestinos, o destaque ficou por conta do ala norte-americano Nick Williams, autor de 16 pontos.

NBB 2013/2014
Jefferson Campos, do Mogi, e Victor Gusmão, do Basquete Cearense. Foto: Cleomar Macedo/ Helbor

O Mogi começou a partida com ritmo alucinante. Quente nas bolas de 3 pontos e fulminante na defesa, a equipe comandada pelo técnico espanhol Paco García abriu largos 18 a 5 nos primeiros minutos. Com destaque para o ala Filipin, autor de quatro bolas de 3 pontos, os mogianos ampliaram sua vantagem e encerraram a primeira parcial do duelo com 14 pontos de crédito (25 a 11).

O time da casa não tirou o pé do acelerador na segunda etapa e emplacou uma sequência de 8 a 0 nos momentos iniciais do período, deixando, assim, sua vantagem em 22 pontos (33 a 11). Aos poucos, o Basquete Cearense foi se soltando na partida e encontrou o caminho da cesta no setor ofensivo, o que os ajudou a reduzir a diferença para 12 pontos, e ir para os vestiários perdendo por 14 pontos (45 a 31).

Mesmo com larga vantagem em mãos, o Mogi seguiu com ritmo forte, o que impossibilitou o Basquete Cearense de esboçar qualquer reação. Sempre orquestrado pelo armador Gustavinho, o esquadrão do Alto Tietê ampliou sua vantagem para a casa dos 20 pontos e terminou o terceiro quarto com 68 a 48 no placar.

Administrar o placar? Que nada. O time comandado pelo técnico Paco García seguiu com pegada alucinante no período final. Ainda sob o comando de Gustavinho, os mogianos chegaram a abrir 28 pontos de diferença (86 a 58) e fecharam o confronto com 22 de frente, placar de 96 a 74.

Próxima Rodada:

01/04/2014 (terça-feira) às 19h00 (33ª rodada, partida remarcada)
Mogi das Cruzes x Flamengo
Ginásio Municipal de Esportes “Professor Hugo Ramos”

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Anúncios