Prefeitura assina parceria para instalação de usina de incineração de lixo

O prefeito Marco Bertaiolli assinou, nesta terça-feira (24/04/2012), o primeiro documento que coloca Mogi das Cruzes na vanguarda no que diz respeito ao tratamento e disposição final dos resíduos sólidos, enterrando por definitivo qualquer risco de a região de Mogi das Cruzes receber um aterro sanitário. O melhor e mais adequado tipo de empreendimento será definido pela Sabesp. A reunião que estabelece esta parceria ocorreu no Palácio dos Bandeirantes e contou com a presença do vice-governador, Guilherme Afif Domingos, e dos prefeitos de Arujá, Biritiba Mirim, Guararema e Salesópolis, que também farão parte deste consórcio.

Participamos hoje de uma reunião histórica. A questão da destinação dos resíduos sólidos vem sendo discutida há muito tempo na região e hoje assinamos uma parceria com a Sabesp que colocará a região do Alto Tietê na vanguarda desta área, com a implantação de tecnologia moderna e uma destinação ambientalmente correta”, afirmou Bertaiolli logo após a reunião.

Entre as propostas a serem analisadas, destaca-se a usina de incineração e geração de energia, um modelo mais moderno, avançado e de menor custo até mesmo que um aterro. Debatido e reivindicado por mais de 20 anos, a solução definitiva para a coleta. A Sabesp será a encarregada de elaborar o estudo final de viabilidade e a modelagem completa de unidade para o tratamento e a disposição final de resíduos sólidos urbanos, utilizando tecnologia com garantia de desempenho e operação comprovada.

Foto: Ney Sarmento

Esta é a solução para um problema que vem se arrastando por mais de 20 anos. Somos um pólo de região, um município responsável pelo armazenamento e abastecimento de águas da Região Metropolitana do Estado de São Paulo. Portanto, temos a obrigação de buscar com responsabilidade a solução definitiva para o tratamento dos resíduos”, destaca Bertaiolli, responsável pela aglutinação dos cinco municípios do Alto Tietê no consórcio, um modelo que também pode ser considerado pioneiro quando o assunto é resíduo sólido.

A presidente da Sabesp, Dilma Pena, e o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni, participaram da reunião desta terça-feira e destacaram a importância do documento firmado entre as prefeituras e o Estado. Dilma Pena lembrou que a Sabesp vem realizando pesquisas sobre o que há de mais moderno no mundo no setor de destinação de resíduos sólidos. Já Giriboni classificou a parceria com os cinco municípios como “pioneira”.

Estas cinco cidades saem na frente, são um modelo pioneiro de algo que trará a tecnologia mais avançada na área. É um pioneirismo que poderá servir de modelo para todo o Estado”, frisou Giriboni.

Buscar soluções regionalizadas e que ultrapassem as fronteiras de Mogi das Cruzes torna-se um desafio cada vez mais premente, já que a cidade se transformou num importante pólo regional e um das mais importantes municípios da Região Metropolitana de São Paulo.

Estamos ultrapassando a marca de mais de 1,5 milhão de pessoas com as fronteiras praticamente encostadas na Capital, portanto, os assuntos devem ser discutidos de forma regionalizada, sempre de forma responsável, visando o desenvolvimento sustentável e uma postura de estar à frente dos problemas de forma transparente e responsável”.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Anúncios