😷 Governo de SP irá vacinar com Pfizer quem tem 2ª dose de AstraZeneca atrasada

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 10/09/2021, que a partir da próxima semana quem estiver com a 2ª dose da vacina Astrazeneca atrasada poderá se vacinar com Pfizer

A medida é para garantir o esquema vacinal completo de muitos brasileiros de São Paulo diante do apagão do Ministério da Saúde, que deixou de enviar quase 1 milhão de doses ao Estado em setembro. Poderão se vacinar quem estiver com a dose de Astrazeneca vencida entre os dias 1 e 15 de setembro.

Durante o final de semana, o Governo de SP vai entregar aos municípios 400 mil doses de Pfizer extras que chegaram nos últimos dias ao estado e serão remanejadas para a aplicação desta segunda dose. Os municípios também poderão aplicar vacinas da Pfizer que eventualmente tiverem em seu estoque.

Medida emergencial pactuada com o Cosems é para quem precisa se vacinar entre 1 e 15 de setembro. Foto: Governo do Estado de São Paulo

A medida emergencial do Governo de SP visa amenizar os transtornos causados pelo não envio das doses de Astrazeneca por parte do Ministério da Saúde e vale apenas para quem teve a segunda dose vencida nestes 15 dias. A expectativa da saúde estadual é que nos próximos dias o órgão federal possa mandar mais doses ao estado, regularizando a situação.

O não envio destas doses pelo Ministério da Saúde descumpre uma obrigação do órgão federal em disponibilizar vacinas necessárias à imunização complementar das pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina.

Fizemos um grande movimento no dia de hoje, remanejamos nossos estoques e disponibilizamos todas as doses da Pfizer existentes para amenizar a situação. Aguardamos o envio imediato de mais imunizantes da Astrazeneca ou mais doses da Pfizer para que possamos vacinar a totalidade da população que aguarda a segunda dose”, destaca Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI).

A intercambialidade destas vacinas foi chancelada pelo Comitê Científico do Governo do Estado e pelo PEI, que embasaram a decisão em estudos da Organização Mundial de Saúde e orientações do próprio Ministério da Saúde. A decisão também foi aprovada em deliberação bipartite com o Conselho dos Secretario Municipais de Saúde de São Paulo (Cosems).

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Serviços essenciais funcionarão normalmente no feriado prolongado de 7 de setembro/2021

A Prefeitura de Mogi das Cruzes não terá expediente nesta segunda e terça-feira, 06 e 07/09/2021, devido ao feriado de 7 de setembro, dia da Independência. Durante o feriado prolongado, os serviços essenciais funcionarão normalmente. O Mercado Municipal estará aberto e as feiras livres seguirão a programação normal.

O Mercadão funcionará na segunda, 06, das 8h00 às 17h00 e na terça, 07, das 8h00 às 12h00. Os parques da cidade estarão abertos das 7h00 às 17h00. O Semae não funcionará no feriado, mas atenderá emergências como falta de água e vazamentos pelo telefone 115.

Parque da Cidade

A Guarda Municipal e o Departamento de Fiscalização de Posturas manterão o atendimento ao público pelo telefone 153 para denúncias e reclamações referentes ao descumprimento das medidas de restrição para enfrentamento da pandemia, casos de desrespeito à Lei do Silêncio e realização de pancadões e aglomerações. Aos finais de semana a fiscalização é intensificada.

Na área da saúde, as UBS não funcionarão no feriado. O Centro de Referência do Coronavírus, montado no Hospital Municipal, funcionará normalmente. A estrutura tem entrada pela rua Gutterman nº 577, no distrito de Braz Cubas. O atendimento telefônico pelo número 160 não funcionará e será retomado no dia 8 de setembro.

Para outras situações de urgência e emergência, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas do Rodeio (avenida Pedro Romero s/nº); Oropó (avenida Kaoru Hiramatsu, s/nº) e Jundiapeba (rua Francisco Soares Marialva, esquina com Cecília da Rocha), a unidade 24 horas do Jardim Universo e o Pró-Criança, que fica no Mogilar, também atenderão a população todos os dias. Para remoção de pacientes, a Cure 192 trabalhará ininterruptamente.

Poupatempo

Por conta do feriado nacional da Independência, os postos do Poupatempo em todo estado de São Paulo estarão fechados na segunda-feira, 06, e terça-feira, 07. Na quarta-feira, 08, as unidades voltarão a funcionar normalmente, no horário habitual e mediante agendamento. Nas cidades de Itaquaquecetuba, Pindamonhangaba, Salto e Santos, o atendimento será retomado na quinta-feira, 09, após feriados municipais. Os canais digitais do programa estarão à disposição dos cidadãos mesmo durante o feriado prolongado.

Os atendimentos nos postos do Poupatempo são realizados apenas para serviços que dependem da presença do cidadão para serem concluídos, como os de RG (primeira via e renovação com alteração de dados), transferência interestadual e mudança nas características de veículos, por exemplo. Importante: o agendamento, pessoal e intransferível é obrigatório e deve ser feito pelo portal – www.poupatempo.sp.gov.br – , aplicativo Poupatempo Digital ou ainda nos totens de autoatendimento. O Poupatempo mantém o reforço nos protocolos sanitários para a segurança de todos, como o uso de máscaras e distanciamento social.

Pelos canais digitais estão disponíveis, com conforto, segurança e autonomia mais de 140 opções de serviços online, como a renovação da CNH, Carteira de Trabalho, seguro-desemprego, licenciamento de veículos, carteira de vacinação da Covid-19, entre outros.

😷 SP vai aplicar dose adicional contra COVID-19 em idosos e imunossuprimidos

O Governador João Doria apresentou nesta quarta-feira, 01/09/2021, o calendário de aplicação da dose adicional de vacinas contra COVID-19 nos idosos e adultos imunossuprimidos, que começam a receber o imunizante na próxima segunda-feira, 06. Ao todo, 7,2 milhões de pessoas poderão ter a dose de reforço no decorrer da campanha, sendo 1 milhão destes alcançados já nesta primeira fase que vai até 10 de outubro.

A vacinação de quem tem entre 60 e 69 anos é um diferencial do Estado de São Paulo e uma decisão do Governo de São Paulo fundamentada na decisão do nosso Comitê Científico. Diferentemente daquilo que o Governo Federal decidiu, acima de 70 anos, São Paulo decidiu fazer essa dose adicional para pessoas acima de 60 anos”, afirmou Doria.

Esta primeira fase, que começa no dia 06, é focada na imunização de quem tem 60 anos ou mais e que tomou a segunda dose há mais de seis meses, ou seja, em fevereiro e março. Além disso, serão imunizados imunossuprimidos, a partir de 18 anos. Os dois públicos desta fase somam 1 milhão de pessoas.

Os grupos serão escalonados por faixas etárias e priorização dos mais velhos. Neste mês de setembro, entre os dias 6 e 12, receberão a dose adicional quem tem 90 anos ou mais, totalizando 148,7 mil pessoas. Dando sequência ao reforço da vacinação, entre 13 e 19 de setembro, serão alcançados mais 231,7 mil idosos na faixa etária de 85 a 89 anos.

Com início dia 6, calendário do PEI terá escalonamento por faixas etárias e a previsão é que 7,2 milhões de pessoas recebam dose de reforço

Entre os dias 20 e 26, as doses estarão disponíveis para os que têm de 80 a 84 anos. Também estão inclusos neste período os adultos imunossuprimidos, como pacientes em tratamento de hemodiálise, quimioterapia, Aids, transplantados, entre outras pessoas em alto grau de imunossupressão. Neste caso, a dose adicional será aplicada pelo menos 28 dias após a data da conclusão do esquema vacinal, seja pela segunda dose (Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer) ou por dose única (Janssen). Juntos, estes grupos totalizam 280 mil pessoas.

A partir do dia 27, até 3 de outubro, serão contempladas 242,8 mil pessoas na faixa de 70 a 79 anos. Concluindo esta fase ainda no mês de outubro, serão alcançados os idosos de 60 a 69 anos entre os dias 4 e 10, totalizando mais 103,9 mil imunizados.

Queremos deixar a população mais vulnerável em segurança. Essa é uma estratégia que foi alinhada com o Comitê Científico e discutida no Plano Estadual de Imunização, para que a gente possa, frente à variante Delta, ter essa segurança que essa população receberá a dose adicional”, destaca a Coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.

No total são 7,2 milhões de pessoas que tomaram suas vacinas em momentos diferentes da campanha, e receberão suas doses adicionais quando completarem os intervalos de tempo mínimos após a segunda dose ou conclusão do esquema vacinal – de pelo menos seis meses para quem tem 60 anos ou mais, e ao menos 28 dias para os adultos com imunossupressão.

A decisão de São Paulo de incluir o grupo de 60 a 69 anos foi embasada em recomendação do Comitê Científico após análise de trabalhos e as experiências ao redor do mundo dos indicadores da pandemia, especialmente entre idosos, que ainda figuram entre as principais vítimas fatais da COVID-19. Embora representem atualmente 15,2% do total de casos na pandemia, eles prevalecem entre aqueles que desenvolvem quadros graves e evoluem à óbito, com 66,76% do total. A maior proporção de óbitos afeta justamente na faixa etária de 60 a 69, com 24,3% do total geral.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Mogi realiza 36 horas de vacinação contra a Covid a partir das 9h00 desta sexta, 13/08/2021

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está retomando o “Vacinaço” para imunização do público jovem. Serão 36 horas seguidas de vacinação para a população adulta de Mogi das Cruzes, no drive do Pró-Hiper, para quem efetuou o agendamento prévio no sistema: cliquevacina.com.br

O trabalho começa às 9h00 desta sexta, 13/08/2021, e termina às 21h00 de sábado, 14/08, para avançar ainda mais com a imunização em nossa cidade. Quem já efetuou o agendamento basta comparecer no dia e local da aplicação portando documento com foto, comprovante de endereço e comprovante do Clique Vacina em mãos.

Mogi das Cruzes está imunizando jovens com 18 anos ou mais. Foto por Gustavo Fring em Pexels.com

A previsão da Secretaria Municipal de Saúde é aplicar cerca de 14 mil doses da vacina contra a Covid durante as 36 horas de atendimento, das quais 9 mil somente no Pró-Hiper. Durante toda a semana, iniciada no dia 9 de agosto, a previsão é de aplicar mais de 30 mil doses.

Segunda dose

Nesta sexta-feira, também a partir das 9h00, será liberado no Clique Vacina o agendamento para a segunda dose de Coronavac/Butantan para os vacinados até o dia 23/07.

É importante que apenas as pessoas que façam parte deste grupo acessem o sistema para evitar sobrecargas. O cadastro no Vacina Já também ajuda a diminuir o tempo de espera no atendimento: vacinaja.sp.gov.br

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Flaviano de Melo e Paulo Frontin retomam configuração original e terão ajustes no tráfego

A Prefeitura de Mogi das Cruzes promoverá ajustes na circulação de veículos na rua Professor Flaviano de Melo, a partir de quinta-feira, 12/08/2021. Com o objetivo de reduzir o volume de automóveis e motocicletas, a via não receberá veículos das 10h00 às 17h00, aumentando assim a segurança dos pedestres que caminham pelo local. É um retorno à origem da via, em uma configuração pensada e ajustada às necessidades provocadas pela pandemia.

Desde 2015, quando as obras da Flaviano de Melo foram entregues, a rua sempre foi fechada para veículos, naquela época das 9h00 às 18h00. Essa foi uma característica que marcou a via desde que ela recebeu sua atual configuração, priorizando os pedestres. Houve uma flexibilização causada pela pandemia e, agora, existe o entendimento de que é importante retomar a restrição aos veículos porque o movimento tem sido muito intenso.

Ruas Professor Flaviano de Melo e Dr. Paulo Frontim terão ajustes no tráfego de veículos a partir desta quinta-feira, dia 12 de agosto

Esse retorno ocorre com um horário mais flexível em comparação como o que foi definido em 2015 e será acompanhado de um compromisso da Administração Municipal para estudar o Centro e as ruas do entorno de uma forma mais ampla, com o objetivo de analisar alternativas de tráfego e deslocamento de pedestres, em um diálogo permanente com o comércio.

A decisão foi construída de forma conjunta entre as Secretarias Municipais de Desenvolvimento e Transportes, os comerciantes, vereadores, o Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial. A medida foi tomada a partir de um diálogo com os segmentos que fazem parte do comércio na região, sempre buscando a proteção das vidas e prevenção de acidentes.

No período mais intenso da pandemia, ficou acordado de manter a rua aberta, em função das medidas de restrição, até o final do ano, monitorando-a continuamente para avaliar a necessidade de mudanças. Porém, com o avanço da vacinação e o aumento considerável no tráfego de veículos e pedestres na região central, a Flaviano de Melo vem apresentando um volume crescente de carros e motos, o que exige atenção por parte das secretarias.

Com a flexibilização das medidas de controle de isolamento social do Governo do Estado e por consequência a abertura do comércio, os sistemas de “drive-thru” e de “take away” não tem sido mais demandados na área central, fazendo com o que o fluxo de pessoas e veículos tenha retornado a patamares anteriores ao momento pandêmico.

Paulo Frontin

Na rua Dr. Paulo Frontin, que teve a liberação de estacionamento em período integral, será retomada a proibição de estacionamento no período das 10h00 às 20h00. A medida também valerá a partir desta quinta-feira, 12/08, preservando apenas o embarque e desembarque nos pontos já previstos para esta finalidade. “Serão realizados os estudos para compatibilizar aspectos urbanísticos, de mobilidade e econômicos, pensando na harmonia que o centro deve ter para todos aqueles que o utilizam”, afirma a secretária municipal de Transportes, Cristiane Ayres.

Os estudos têm como objetivo melhorar a circulação e acessibilidade de idosos e de pessoas com mobilidade reduzida, propondo reconstruir a identidade do Centro como uma área multiuso, de maneira que, além das funções de comércio, serviços e moradia, já presentes, a área contemple também o lazer, o turismo e a preservação urbanístico-paisagística do núcleo histórico.

Houve e há disposição permanente para o diálogo com todos os interessados. É assim que temos feito desde o final do ano passado antes de assumirmos a pasta. Assim, o compromisso de elaborar um estudo que busque a adequação da rua Flaviano de Melo e de todo o centro para o tráfego de veículos e pedestres, preservando a convivência segura e harmoniosa, bem como potencializando os comércios ali estabelecidos, é o nosso objetivo e alinhamento junto à Secretaria de Transportes“, pontua Gabriel Bastianelli, secretário municipal de Desenvolvimento.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes