SP lança Vale Gás que vai beneficiar 500 mil pessoas em situação de vulnerabilidade

O Governador João Doria anunciou, nesta quinta-feira, 17/06/2021, o lançamento do Vale Gás, novo programa de proteção social do Governo de SP que vai beneficiar cerca de 500 mil pessoas em situação de alta vulnerabilidade em todo estado. A iniciativa inédita em SP vai garantir transferência de renda para a compra de botijão de gás de cozinha (GLP 13kg) e levar mais dignidade a mais de 100 mil famílias carentes em todo estado. O programa gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social receberá investimento superior a R$ 31,3 milhões, alcançando um total de 82 municípios.

Este é um dos mais importantes programas que nós já lançamos aqui, porque muda a vida de muita gente. Quem não tem sabe o que é ter um botijão de gás para atender a uma família durante dois meses. Por isso estamos fazendo um programa para atender meio milhão de pessoas aqui no Estado de São Paulo. É um enorme esforço que estamos fazendo para ajudar quem mais precisa”, destacou Doria.

Programa terá investimento superior a R$ 30 milhões e será destinado a moradores de comunidades carentes em 82 municípios

Por meio do programa, 104.340 famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, que moram em comunidades carentes e favelas (classificadas como aglomerados subnormais), terão acesso a três parcelas bimestrais do benefício, no valor de R$ 100,00 cada, a serem pagas entre os meses de julho e dezembro de 2021. A previsão para o pagamento da primeira parcela do benefício é 20 de julho.

Com essa iniciativa, o Governo de São Paulo dá mais um passo importante para garantir a proteção social e segurança alimentar de famílias em maior fragilidade frente aos desafios impostos pela pandemia”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes.

O Governador do Estado de São Paulo João Doria durante Lançamento do Programa Vale Gás. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Terão acesso ao programa as famílias inscritas no CadÚnico (sem Bolsa Família) e com renda mensal per capita de até R$ 178,00. Para saber se poderá ser inserido no programa, o cidadão deve entrar no site oficial do Vale Gás (valegas.sp.gov.br) e consultar a elegibilidade ao benefício. O site já está disponível e basta digitar o número do NIS (Número de Inscrição Social) para ter acesso às informações.

Veja os 82 municípios participantes do programa Vale Gás

Americana, Amparo, Atibaia, Bananal, Barueri, Bauru, Bertioga, Biritiba-Mirim, Botucatu,  Caçapava,  Caieiras, Cajamar, Campinas,Campo Limpo Paulista, Campos do Jordão,  Capivari, Caraquatatuba, Carapicuíba,  Cordeirópolis, Cotia,  Cruzeiro, Cubatão, Diadema,  Embu das Artes, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato,  Franco da Rocha, Guaratinguetá, Guarujá,  Guarulhos, Hortolândia, Ibirarema,  Ibiúna, Ilhabela, Itapecerica da Serra,  Itapevi, Itaquaquecetuba, Itirapina, Itu, Jacareí, Jandira, Jundiaí, Lorena, Mairinque, Mairiporã, Marília, Mauá,  Mogi das Cruzes, Osasco, Pederneiras,  Peruíbe,  Piracicaba, Pirapora do Bom Jesus,  Poá, Praia Grande, Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rio Claro, Rio Grande da Serra,  Salto, Santa Cruz do Rio Pardo, Santana de Parnaíba,  Santo André, Santos,  São Bernardo do Campo,  São José dos Campos, São Paulo, São Pedro, São Roque, São Sebastião, São Vicente, Sorocaba, Sumaré, Suzano,  Tabatinga,  Taboão da Serra, Tatuí, Tremembé, Ubatuba, Várzea   Paulista,  Votorantim.

Vale Gás integra o Bolsa do Povo

O Vale Gás é um dos benefícios englobados pelo Bolsa do Povo, maior programa de proteção social já anunciado pelo Governo de São Paulo. Lançado em maio deste ano, a iniciativa tem o objetivo de concentrar a gestão de benefícios, ações e projetos para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Somente para 2021, estão previstos R$ 1 bilhão em recursos para o Bolsa do Povo.

Nele foram incorporados os programas Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo, o auxílio-moradia emergencial (Aluguel Social) e o recém-lançado Vale Gás. Também está prevista a contratação de mães e pais nas escolas, além da contratação de agentes de apoio na Saúde. O Bolsa do Povo vai pagar benefícios de até R$500 e poderá beneficiar até 500 mil pessoas direta e indiretamente nos 645 municípios. O portal do Bolsa do Povo, desenvolvido pela Prodesp, pode ser conferido no endereço bolsadopovo.sp.gov.br.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Pedale pelo bem! O GAPC está com inscrições abertas para o Desafio Virtual Julho Verde

Com a pandemia e o fechamento das academias, o ciclismo ganhou espaço entre os adeptos a esportes. Os grupos de pedal deram um salto nos números de novos participantes. Paralelamente, no mesmo período, a demanda de portadores de câncer aumentou e as doações diminuíram. O momento se tornou essencial para abordar a prevenção e a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce, ao mesmo tempo em que é necessário ajudar instituições como o GAPC a manter seu funcionamento.

As inscrições para o Desafio Julho Verde (Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço) estão abertas até o dia 30 de junho, com valores diferenciados, de acordo com o kit escolhido pelo participante R$ 39,90 ou R$ 65,00, além dos itens a parte que são opcionais. Toda a renda revertida para a compra de itens essenciais (suplemento alimentar, medicamentos, fraldas geriátricas) aos pacientes oncológicos atendidos pelas 5 unidades do GAPC.

O desafio deverá ser realizado entre os dias 01 a 31 de julho/2021 e os participantes deverão enviar um comprovante para a organização após completar a prova.

Para realizar a inscrição acesse o site: http://bit.ly/gapc4x1

CATEGORIAS

Individual – 300 / 400 ou 500 Km

Grupo de 5 integrantes – 2.500 Km

Grupo de 10 integrantes – 5.000 Km

GAPC

O GAPC – Grupo de Apoio à Pessoas com Câncer – é uma Entidade Civil sem fins lucrativos que sobrevive unicamente de doações.

O principal objetivo da instituição é amenizar o sofrimento de pacientes oncológicos, suprir suas necessidades básicas e melhorar sua qualidade de vida.A entidade fornece, gratuitamente, medicamentos, suplementos alimentares, próteses, fraldas geriátricas, terapias alternativas e atendimento social,psicológico, fisioterapêutico, nutricional, dentre outros.

Em 2021, o GAPC completa 20 anos, conta com 5 unidades no Brasil e já atendeu mais de 20.000 portadores de câncer.

Para mais informações acesse: gapc.org.br ou ligue: 4726-6575

EDP inicia feirão de negociação com condições especiais para acordo de débitos

Entre 14 e 30 de junho/2021 a EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, realiza o Feirão de Negociação EDP com condições especiais de acordo para pagamento de débitos em aberto. As regras do Feirão incluem os clientes residenciais, rurais, comerciais e industriais.

No período, os consumidores com contas atrasadas terão facilidades como a negociação em até 36 vezes, além da redução na entrada. Excepcionalmente durante todo o período do feirão, os clientes que já possuem débitos de parcelamentos de negociações anteriores também encontrarão facilidades para o acerto e renegociação de suas contas.

Condições diferenciadas estarão disponíveis entre 14 e 30 de junho, em todos os canais de atendimento da Distribuidora. Clientes poderão pagar seus débitos em até 36 vezes

As facilidades para pagamento, ofertadas durante o Feirão de Negociação da EDP, têm como objetivo auxiliar o cliente que sofreu com os impactos econômicos, em decorrência do período da pandemia e acabou acumulando contas de energia”, ressalta Vanessa Lugon, gestora da EDP. Para optar pela melhor solução, a dica é preparar-se, colocando na ponta do lápis todas as despesas já assumidas e previstas pela família. Assim, será possível avaliar com mais precisão quais condições e formas de pagamento se encaixam no orçamento doméstico.

Negociação sem sair de casa

A realização de acordos pela internet já é uma realidade para Companhia. No portal EDP Online, www.edponline.com.br, ou pelo aplicativo EDP Online, disponível para todas as plataformas de smartphone ou tablets, ou por meio do 0800 721 0123 o cliente pode negociar e optar pela forma mais conveniente para quitar os débitos em aberto. Basta ter em mãos o número de instalação e o CPF do titular da fatura.

Para facilitar ainda mais o contato do cliente, a empresa disponibiliza um contato via WhatsApp, por meio do número (11) 93465-2888 para a consulta de débitos e solicitação de código de barras para pagamento.

A negociação poderá ser realizada em todos os canais de atendimento da EDP. Lembrando que, para evitar aglomeração de pessoas nas agências de atendimento presencial, a escolha da data e horário do atendimento deve ser feita pelo site www.edp.com.br/agendamento.

SP anuncia antecipação de 15 dias para vacinação geral contra o coronavírus

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 09/06/2021, que o calendário de vacinação contra o coronavírus em São Paulo será antecipado em 15 dias para todos os públicos fora dos grupos prioritários. Com a medida, a campanha para a população em geral começa já no próximo dia 16, para um grupo estimado de 1,2 milhão de pessoas com idade entre 55 e 59 anos.

O adiantamento do calendário do PEI (Plano Estadual de Imunização) também marca para quinta-feira, 10, o início da imunização de 1 milhão de pessoas com deficiência permanente que não recebem o auxílio BPC (Benefício de Prestação Continuada) e de 400 mil grávidas e puérperas sem comorbidades. Em ambos os grupos, a idade mínima para imunização é de 18 anos.

Todos os grupos de pessoas por idade, sem comorbidades, serão vacinados com 15 dias de antecedência em relação ao calendário apresentado anteriormente. São Paulo tem pressa e São Paulo vacina”, afirmou o Governador.

Estado inicia nesta quinta (10) a imunização de 1 milhão de pessoas com deficiência permanente sem BPC e 400 mil gestantes sem comorbidades. Foto por Gustavo Fring em Pexels.com

Com o cronograma antecipado, a nova meta do Governo de São Paulo é vacinar toda a população do estado com 18 anos ou mais até o dia 18 de outubro. A projeção se baseia na estimativa de entregas de vacinas do Ministério da Saúde e considera o início do esquema vacinal, que é composto por duas doses dos imunizantes disponíveis no Brasil.

A logística do PEI vai manter o calendário faseado por faixas etárias, dos grupos mais velhos aos mais jovens, para distribuição e aplicação das doses nos 645 municípios de São Paulo. Em julho, a vacinação será estendida à população em geral com idades entre 50 e 54 anos.

Em agosto, a campanha se amplia para as pessoas a partir de 49 anos de idade, beneficiando progressivamente até as de 35 anos. Já em setembro, a imunização passa a atender a população com idade a partir de 34 anos, estendendo-se até o dia 18 de outubro até a faixa etária de 18 anos (veja o resumo do calendário abaixo do texto).

Vacina Já

O pré-cadastro no site Vacina Já é recomendado para todos os públicos incluídos no calendário do PEI e economiza até 90% no tempo de atendimento nos postos de vacinação. O formulário pode ser preenchido no site ou via WhatsApp – basta adicionar o número +55 11 95220-2923 à lista de contatos e enviar um “oi” ou clicar no link wa.me/5511952202923?text=oi.

O preenchimento antecipado não é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais de saúde e também reduz as chances de aglomeração nos pontos de aplicação das vacinas contra a COVID-19.

De acordo com o Vacinômetro disponível no Portal do Governo de São Paulo (saopaulo.sp.gov.br), até as 13h16 desta quarta, um total de 18.605.494 de vacinas contra a COVID-19 haviam sido aplicadas no estado, sendo 12.685.556 em primeira dose e 5.919.938 para completar o ciclo de imunização. Assim, 12,79% da população estadual já foi vacinada com as duas doses.

Critérios para gestantes e PCD

O Governo de São Paulo também divulgou os critérios para os dois novos grupos vacinados a partir desta quinta. Grávidas e puérperas sem comorbidades serão atendidas com doses do Butantan ou da Pfizer.

As gestantes devem apresentar carteira de acompanhamento, pré-natal ou laudo médico, enquanto que puérperas com até 45 dias após o parto precisam levar declaração de nascimento de seus recém-nascidos.

Já as pessoas com deficiência permanente – física, sensorial ou intelectual – devem ir aos postos de vacinação com laudo médico ou outros documentos que comprovem a condição.

Valem registros de documentos de atendimento em centros especializados, documento com indicação da deficiência, cartões de gratuidade do transporte público e, em casos excepcionais, a autodeclaração.

Início antecipado para a população em geral

10 de junho
– Grávidas e puérperas sem comorbidades acima de 18 anos – 400 mil pessoas
– Pessoas com Deficiência Permanente sem BPC – 1 milhão de pessoas

16 de junho
– Adultos sem comorbidades com idade entre 55 e 59 anos – 1,2 milhão de pessoas

9 de julho
– Adultos sem comorbidades com 54 anos

20 de julho
– Adultos sem comorbidades com idade entre 50 e 53 anos

4 de agosto
– Adultos sem comorbidades com idade entre 45 e 49 anos

19 de agosto
– Adultos sem comorbidades com idade entre 40 e 44 anos

29 de agosto
– Adultos sem comorbidades com idade entre 35 e 39 anos

8 de setembro
– Adultos sem comorbidades com idade entre 30 e 34 anos

18 de setembro
– Adultos sem comorbidades com idade entre 25 e 29 anos

28 de setembro
– Adultos sem comorbidades com idade entre 18 e 24 anos

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Legislativo pede extinção de taxa do serviço de lixo, que será cobrada a partir de julho

Na sessão ordinária desta terça-feira, 08/06/2021, os vereadores de Mogi das Cruzes aprovaram a Moção 88/2021, fazendo um apelo ao Congresso Nacional para que prorrogue o início da cobrança da taxa de lixo nos municípios ou que extinga esse novo imposto. A nova taxa está prevista no novo Marco Legal do Saneamento Básico, previsto na Lei Federal 14.026/2020.

De acordo com o texto da lei, as prefeituras de todo o país terão até o próximo mês (julho) para aplicar as tarifas ou taxas de serviços de lixo. Caberá à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA – a fixação dos critérios de cobrança dessa tarifa.

“Precisamos estudar maneiras de adiar ou extinguir essa taxa de lixo”, ressaltou o presidente da Casa, Otto Rezende. Foto: CMMC

A Moção teve autoria dos vereadores Otto Rezende, Edinho do Salão, Prof. Edu Ota, Iduigues Martins, John Ross, Zé Luiz, Marcelo Brás do Sacolão, Malu Fernandes, Edson Santos, Fernanda Moreno, Inês Paz, Francimário Vieira Farofa, Juliano Botelho, Marcos Furlan, Policial Maurino, Maurinho do Despachante, Bi Gêmeos e Mauro do Salão. Os autores defendem que, com a pandemia de Covid-19, a renda da população caiu drasticamente, o que dificulta a cobrança de uma nova taxa. Vale lembrar que, de acordo com o texto sancionado, as Prefeituras que não realizarem a cobrança estarão sujeitas às consequências da Lei de Responsabilidade Fiscal, por renúncia de receita.

Esta Moção é mais uma forma de pressionarmos para que isso [cobrança da taxa] não ocorra“, complementou Inês Paz.

Fonte: Câmara Municipal de Mogi das Cruzes