Arquivo do autor:Marco A. Mendes

Campanha do Agasalho 2015 é lançada com apoio da equipe de basquete

Com a presença e o apoio dos jogadores e comissão técnica da equipe de basquete Mogi das Cruzes/Helbor, o Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes lançou nesta quinta-feira (21/05/2015), a Campanha do Agasalho 2015, com o objetivo de atender a todas as entidades sociais cadastradas no município. A presidente do Fundo Social, Mara Bertaiolli, comandou o evento e destacou a solidariedade dos mogianos como ponto forte da campanha: “Os mogianos abraçam a campanha e a cada ano os resultados são melhores. Em 2015, contamos com o apoio desta equipe maravilhosa, que dá um exemplo de garra e dedicação dentro das quadras, mobilizando os mogianos em torno do basquete e do amor à cidade. Com a tradição do Fundo Social, o apoio dos jogadores e a solidariedade da população, teremos uma arrecadação de roupas, agasalhos e sapatos capaz de atender a todos que precisam”, disse Mara.

Campanha do Agasalho 2015

O prefeito Marco Bertaiolli prestigiou o evento e ressaltou a importância do sentimento de amor à cidade. De acordo com ele, o desenvolvimento do município passa pela preocupação de cada cidadão em situações simples do cotidiano, como o cuidado com os espaços públicos e a participação em ações que beneficiam o próximo, como, por exemplo, a Campanha do Agasalho: “Ninguém faz nada sozinho. E uma cidade nunca está pronta, perfeita, é um processo que está sempre em construção. Precisamos trabalhar juntos e, acima de tudo, amar o local onde vivemos e onde criamos nossos filhos”, frisou, ao lado do vice-prefeito José Antonio Cuco Pereira e do presidente da Câmara, Antonio Lino.

Nos últimos seis anos, a Campanha do Agasalho de Mogi das Cruzes arrecadou um total de 1.441.570 peças. O crescimento registrado ano a ano também fez com que o número de entidades beneficiadas passasse de 182, em 2009, para 320, no ano passado. Para 2015, a expectativa do Fundo Social é de que os números também aumentem. O evento desta quinta-feira contou com representantes de entidades sociais de toda a cidade.

Veja aqui mais informações sobre a Campanha do Agasalho

Com o lançamento da campanha, as pessoas já poderão se movimentar e fazer doações de roupas. Durante o processo de arrecadação, o Tiro de Guerra funcionará como central de triagem das roupas. Lá, um grupo de voluntárias receberá as peças e as separará entre homens, mulheres e crianças. Todas as roupas são também lavadas e passadas e depois organizadas em kits que vão para as famílias a serem beneficiadas. O mesmo trabalho será realizado pelas voluntárias da Associação da Família Vila Pomar.

A distribuição das peças é feita durante a campanha. O objetivo da medida é atender as pessoas durante os meses de outono e inverno. O sistema foi adotado, com sucesso, desde o ano de 2009. O Fundo Social pede que as pessoas doem peças ainda em boas condições de uso, como já vem sendo feito nos últimos anos. Neste ano, a prioridade é conseguir um maior número de peças infantis, inclusive roupas de bebês e meias.

Mais informações sobre a campanha e os postos de arrecadação podem ser obtidas no telefone 4798-5143.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Novo Basquete Brasil 2014/2015 – semifinal – jogo 5

O Paschoalotto/Bauru está na Final do NBB 7. Na noite desta quarta-feira (20/05/2015), a equipe do interior do Estado de São Paulo venceu o quinto e decisivo jogo da série semifinal contra o Mogi das Cruzes/Helbor e garantiu a inédita passagem à decisão. Ao lado de sua calorosa torcida, que lotou completamente o Ginásio Panela de Pressão, o time do técnico Guerrinha triunfou por 77 a 65 e agora decidirá o título da competição nacional com o atual bicampeão Flamengo.

Depois de duas vitórias para cada lado, as equipes fizeram um jogo cheio de tensão e truncado na noite desta quarta-feira. Mas, atuando em casa, os líderes da fase de classificação mostraram mais tranquilidade nos momentos decisivos e com um aproveitamento perfeito na linha dos lances livres – 22 acertos em 22 tentativas – levaram a melhor. Bauru é a sétima equipe a chegar à Final do NBB na história e o campeonato terá sua sexta decisão diferente em sete edições.

Nossa classificação à Final é merecida por tudo que fizemos na temporada. Fizemos uma grande fase de classificação e nos playoffs caímos um pouco. Mas o time mostrou muita personalidade e superou o momento difícil. Nos reorganizamos e hoje conseguimos fazer um bom jogo”, analisou o comandante bauruense Guerrinha.

NBB 2014/2015

Filipin, do Mogi. Foto: João Pires/ LNB

A Final do NBB será disputada em uma melhor de três jogos. A decisão terá início na próxima terça-feira (26/05), às 21h30, na HSBC Arena (Rio de Janeiro), ao vivo no SporTV. Depois, a segunda partida acontecerá no dia 30/05 (sábado), no Ginásio de Esportes, em Marília, às 10h00, ao vivo na TV Globo e no SporTV. Caso necessário, o Jogo 3 acontecerá uma semana depois, no mesmo horário, também no interior de São Paulo, ao vivo na TV Globo e no SporTV.

O grande nome do triunfo bauruense ficou por conta do pivô Murilo. Discreto na série até então, o camisa 21 teve uma grande atuação na partida decisiva e deixou a quadra com um duplo-duplo na conta: 17 pontos e 12 rebotes. Cestinha da equipe, com 20 pontos, sendo dez deles no segundo tempo, o armador Ricardo Fischer foi outro protagonista da equipe vencedora.

Autor de 14 pontos (4/5 nas bolas de três pontos), o ala norte-americano Robert Day foi outro bom nome do Bauru no duelo. Quem também merece destaque é o ala/armador Larry Taylor, responsável por oito pontos, sete assistências e sete rebotes.

Pelo Mogi, os principais nomes em quadra foram o pivô Paulão Prestes, com 14 pontos e cinco rebotes, e o ala Tyrone, autor de 11 pontos, seis assistências e cinco rebotes. Pela segunda temporada consecutiva, a equipe do Alto do Tietê se despede do maior campeonato de basquete do país nas semifinais.

O jogo

O primeiro quarto foi intenso e movimentado do início ao fim. Apostando no jogo interno e com boas infiltrações, Bauru assumiu a ponta do placar logo nos primeiros instantes. Do outro lado, Mogi contou com três bolas de três pontos – uma de Shamell e duas de Gustavinho – para se manter na cola dos rivais (10 a 9). Diante de uma defesa por zona dos visitantes, os donos da casa passaram a apostar nos tiros de longa distância e não obtiveram sucesso, com nenhum acerto em oito tentativas da linha de 6,75m.

Com seu trabalho defensivo funcionando muito bem e forçando os rivais a arremessar de fora, Mogi passou a atacar com segurança. Com seguidas jogadas no garrafão de Tyrone e Paulão, virou o jogo e abriu cinco pontos de frente (17 a 12). No entanto, no último lance da parcial inicial, Robert Day acertou a primeira bola de três pontos do time bauruense no jogo e no estouro do cronômetro cortou a diferença no placar para dois pontos (17 a 15).

Ainda com sua defesa por zona fazendo os anfitriões optarem por finalizações da linha de três pontos – foram mais cinco tentativas e nenhum acerto para os bauruenses –, Mogi se manteve na liderança no início do segundo período. Porém, a equipe não conseguiu tirar proveito do seu bom trabalho defensivo para ampliar a vantagem no placar. Com decisões precipitadas, o ataque da equipe do Alto do Tietê travou e os donos da casa conseguiram virar o jogo (23 a 22), após contra-ataque finalizado por Ricardo Fischer, obrigando o espanhol Paco García a pedir tempo.

Mesmo após a pausa, os mogianos seguiram sem conseguir atacar com tranquilidade. Do outro lado, com o domínio dos rebotes e atuação destacada de Murilo, os donos da casa conseguiram manter uma boa produção, mesmo ainda sem conseguirem bom aproveitamento nas bolas de três. Então, apostando nos contra-ataques e no jogo interno Bauru seguiu melhor na partida e foi para os vestiários com sua maior vantagem na partida até então (34 a 28).

As defesas seguiram mandando no jogo na volta do intervalo. Só que do lado mogiano um atleta roubou a cena e colocou fogo no jogo. Com sete pontos, Paulão apareceu muito bem no início do terceiro quarto e foi fundamental para a equipe visitante encostar (42 a 41). Depois de bela infiltração de Shamell, Mogi chegou a assumir a liderança (43 a 42), mas foi por pouco tempo. Robert Day converteu duas bolas de três pontos praticamente seguidas e Bauru não só recuperou a liderança como partiu para os dez minutos finais com sete pontos de frente (50 a 43).

Imprimindo um ritmo muito forte dos dois lados da quadra, Bauru colocou a diferença no placar na casa dos dois dígitos pela primeira vez na partida no início do último quarto. Com destaque para os cinco pontos marcados por Ricardo Fischer, os donos da casa começaram a parcial final com uma sequência de 10 a 6 e abriram 11 pontos de frente (60 a 49), com pouco menos de seis minutos para o fim.

Depois de Paco parar o jogo, Mogi até esboçou que reagiria, mas bolas de três pontos seguidas de Murilo e Hettsheimeir mantiveram os comandados de Guerrinha tranquilos na frente (66 a 56). A partir de então foi questão de tempo para Bauru comemorar a vitória. Sem perder o foco e a mão certeira nos lances livres, os donos da casa confirmaram a vitória sem sustos e fizeram a festa com sua torcida.

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Curtas (18/05/2015)

Cursos do Crescer

Mais de 13 mil mogianos se inscreveram nos cursos das unidades do Crescer na sexta-feira e sábado (15 e 16/05). O número ultrapassou as 4,5 mil vagas oferecidas e será feito o sorteio nesta terça e quarta-feira (19 e 20/05/2015). A primeira chamada será divulgada no dia 21 de maio, a partir das 14h00, no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes e nas unidades do Crescer. Mais informações na página da prefeitura.

Vagas de estágio na Sabesp

Estão abertas as inscrições para o concurso que vai preencher 826 vagas de estágio na Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). A oportunidade é voltada para estudantes que estejam cursando o Ensino Médio (Regular ou Técnico) ou Ensino Superior. Os interessados devem se inscrever exclusivamente pela internet até esta sexta (22/05/2015).

A bolsa-auxílio oferecida varia de R$ 812,03 a R$ 1.068,44. O valor da taxa de inscrição para alunos do Ensino Superior é de R$ 82 e para alunos do Ensino Médio R$ 60. As vagas estão distribuídas pelo Estado de São Paulo. As provas objetivas serão realizadas no dia 28 de maio. Mais informações na página da Fundação Carlos Chagas.

Licenciamento para carros com placa final 2

Os veículos com placa final 2 devem fazer o licenciamento até o dia 29 de maio. O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) 2015 é obrigatório para todos os proprietários, que podem optar pelo sistema de licenciamento eletrônico ou fazer o procedimento pessoalmente, nas unidades do Detran.SP ou Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito).

Para fazer o licenciamento, é preciso ter em mãos o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) ou apresentar o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) do exercício 2014. O veículo não poderá apresentar restrições judiciais ou administrativas, assim como débitos de multas, IPVA ou DPVAT. Para mais informações, acesse o site do Detran.SP.

Novo Basquete Brasil 2014/2015 – semifinal – jogo 4

Equilíbrio, emoção, intensidade e duas prorrogações. Foram esses ingredientes que fizeram do Jogo 4 da série entre Paschoalotto/Bauru e Mogi das Cruzes/Helbor uma partida épica. No início da tarde deste domingo (17/05/2015), o Ginásio Professor Hugo Ramos sediou um confronto que certamente ficará marcado para sempre na história do maior campeonato de basquete do país e, no final das contas, o time bauruense levou a melhor, pelo placar de 98 a 91, para empatar o confronto semifinal em 2 a 2.

Agora, a decisão do segundo finalista do NBB 7 acontecerá na próxima quarta-feira (20/05). No Ginásio Panela de Pressão, em Bauru, às 19h30, com transmissão ao vivo do SporTV, as duas equipes decidirão quem enfrentará o Flamengo na grande decisão da temporada 2014/2015 da competição nacional.

Isso foi uma vitória do grupo, da superação, vencemos na casa de um adversário que mostrou como o NBB subiu de nível. Recuperamos o que batalhamos durante todo o campeonato e agora está 2 a 2 e temos um jogo que vale uma vida”, destacou o comandante bauruense Guerrinha.

NBB 2014/2015

Shamell, do Mogi, e Gui Deodato, do Bauru. Foto: Henrique Costa/ Bauru Basket

O jogo foi muito duro e infelizmente não conseguimos fechar a série diante da nossa torcida. Mas nosso time é guerreiro e vamos com tudo para Bauru. Estará em jogo uma vaga na final e nosso espírito não pode ser diferente. Temos que esquecer o que aconteceu e agora pensar apenas no jogo 5″, disse o ala mogiano Filipin, um dos cestinhas da partida, com 22 pontos.

Também autor de 22 pontos, Hettsheimeir liderou o ataque bauruense. Mesmo tendo ficado praticamente todo o último quarto e as duas prorrogações no banco de reservas, Alex deixou a quadra com 18 pontos e teve grande participação a favor da equipe vencedora, assim como Robert Day, autor de 16 tentos. Com 15 pontos e nove assistências, Ricardo Fischer ficou muito próximo de um duplo-duplo e foi outra figura fundamental para o êxito dos visitantes.

Do lado mogiano, além do capitão Filipin, que ainda garantiu oito rebotes, os norte-americanos Tyrone, que registrou o único duplo-duplo do jogo, com 21 pontos e 15 rebotes, e Shamell, responsável por 18 pontos, foram os outros destaques individuais.

O jogo

O nervosismo tomou conta das equipes no início da partida. Por conta do clima de decisão, os times iniciaram o jogo muito preocupados em defender e o placar demorou mais de dois minutos para ser inaugurado. A tensão seguiu no ar, o jogo seguiu com bastante contato físico e, passados cinco minutos, mogianos e bauruenses apresentavam aproveitamentos ofensivos de 13,0% e 16,8%, respectivamente.

Com duas bolas de três pontos praticamente seguidas, Tyrone deu um novo ânimo ao jogo e colocou Mogi em vantagem (10 a 8). Na sequência, Gerson acertou uma bela para fazer explodir o Ginásio Hugo Ramos e os anfitriões abriram quatro pontos de frente (12 a 8). Porém, em bela jogada individual no último lance do primeiro quarto, Alex converteu a cesta, ainda sofreu falta e cortou a diferença no placar para apenas um ponto (12 a 11).

No segundo período, o jogo pegou fogo de vez. Alex acertou dois tiros de longa distância consecutivos e precisou de pouco mais de um minuto para colocar os bauruenses na frente (17 a 12). Alex até marcou mais dois pontos, mas rapidamente Mogi acertou sua defesa e com rápidos contra-ataques interrompeu o bom momento dos rivais (19 a 16).

Foi então que aconteceu uma “chuva” de arremessos de três pontos. Jimmy empatou o jogo (19 a 19), Hettsheimeir recolocou os visitantes em vantagem (22 a 19) e Filipin devolveu a igualdade ao marcador (22 a 22).

Com um lance livre de Paulão, os donos da casa voltaram a ter o placar a seu favor (23 a 22), mas foi Bauru quem foi para o intervalo em vantagem. Se aproveitando de seguidos erros do ataque mogiano, os visitantes imprimiram um ritmo intenso nos contra-ataques e após marcarem nove pontos contra apenas quatro dos rivais na reta final do segundo quarto fecharam a primeira metade da partida com quatro pontos de vantagem: 31 a 27.

O terceiro quarto começou lá e cá. Day acertou uma bola de três logo no primeiro ataque bauruense e Shamell deu o troco no lance seguinte. Na sequência, Day voltou a acertar um tiro de longa distância e a diferença a favor dos visitantes chegou aos sete pontos (37 a 30). Com uma sequência de 6 a 0, Mogi cortou o prejuízo para um ponto (37 a 36), mas os líderes da fase de classificação voltaram a deslanchar. Ricardo Fischer e Alex apareceram bem, com cinco e quatro pontos, respectivamente, Day converteu sua terceira bola de três no período e Bauru abriu a maior diferença do jogo até então, dez pontos (49 a 39).

Depois de um tempo pedido pelo técnico Paco García, Mogi contou com boas jogadas de Filipin e partiu com tudo para diminuir a desvantagem antes da chegada da parcial final. Do outro lado, o time bauruense seguiu com a mão quente e conseguiu segurar a reação dos rivais. Day acertou seu quarto arremesso de longa distância, Fischer também converteu mais um tiro da linha de 6,75m e os comandados do técnico Guerrinha chegaram para os últimos dez minutos do jogo com sete pontos de frente: 57 a 50.

Com boa produção ofensiva dos dois lados, o jogo seguiu dinâmico e Bauru controlou a vantagem a seu favor. Restando pouco mais de sete minutos para o fim e com os visitantes vencendo por 66 a 57, Alex cometeu duas faltas no mesmo lance e acabou desqualificado da partida após chegar a cinco faltas pessoais. Foi então que o jogo ficou para lá de emocionante. Com uma sequência de cinco pontos, dois de Tyrone e três de Shamell, e sua torcida jogando junto, Mogi reduziu a diferença no placar para quatro pontos (66 a 62), obrigando o técnico Guerrinha a solicitar seu segundo tempo técnico em pouco mais de dois minutos.

A virada mogiana veio com Shamell. Com Bauru sem pontuar por mais de cinco minutos, o camisa 24 acertou uma bola de três e dois lances livres para recolocar os donos da casa em vantagem (67 a 66), com pouco mais de três minutos para o término do jogo. Após assumir a liderança, Mogi passou a demonstrar muito nervosismo em seu ataque. Do outro lado, os visitantes conseguiram interromper a seca e restando 1min20s para o fim empataram o jogo (69 a 69). Depois disso ninguém mais pontuou e, depois de tentativas frustradas das duas equipes tentarem ganhar o jogo, a decisão foi para a prorrogação.

Shamell e Tyrone pontuaram logo no início do tempo extra e deram aos donos da casa quatro pontos de vantagem (73 a 69). Bauru deu a resposta na mesma moeda e virou o jogo (75 a 73), após marcar seis pontos seguidos. Com uma bola de três, Filipin recolocou os mogianos na frente (76 a 75). Só que no lance seguinte, Murilo conseguiu dois pontos, ainda sofreu a falta e deixou os bauruenses com uma vantagem de dois pontos para o minuto final do tempo extra (78 a 76).

Restando 20 segundos e com o placar em 80 a 78 para, Larry foi para a linha do lance livres e acertou apenas um dos dois arremessos (81 a 78). Mogi partiu para o ataque e Alexandre acertou uma bola de longa distância para marcar seus primeiros pontos na partida e levar o jogo para a segunda prorrogação (81 a 81).

Com seguidas bolas de três, nas mãos de Filipin e Alexandre, Mogi largou na frente no segundo tempo extra (87 a 86). Só que Bauru passou a ser mais regular e com um impecável aproveitamento na linha dos lances livres chegou para os dois minutos finais com cinco pontos de frente (92 a 87). Depois disso, Mogi até tentou reagir, mas Bauru mostrou segurança e venceu a épica batalha deste domingo no Hugo Ramos.

Próxima Partida:

20/05/2015 (quarta-feira) às 19h30
Bauru x Mogi das Cruzes (ao vivo no SporTV)
Ginásio Panela de Pressão – Bauru/SP

Fonte: Liga Nacional de Basquete

Olegário Paiva será liberada e trânsito terá mudanças na região (18/05/2015)

A Prefeitura de Mogi das Cruzes liberará nesta segunda-feira (18/05/2015) o trânsito de veículos no trecho alargado da Rua Olegário Paiva. A via passa a ser a nova entrada para a região central de Mogi das Cruzes, com três faixas de rolamento para receber o fluxo de veículos. A data também marcará o início das mudanças de reorganização do trânsito das ruas do Shangai.

A entrega das obras no quarteirão da Rua Olegário Paiva entre as ruas Doutor Ricardo Vilela e barão de Jaceguai completa os investimentos da Administração Municipal na melhoria da mobilidade urbana nesta região da cidade. Em 2013, a Prefeitura entregou a primeira fase da interdição, com o alargamento do trecho entre a Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães e a Rua Doutor Ricardo Vilela. Ao todo, o investimento nas duas fases foi de R$ 3,1 milhões.

Veja como fica o trânsito no Shangai

Com a Olegário Paiva alargada, os motoristas que chegam à região central pela passagem subterrânea Engenheiro Oswaldo Crespo de Abreu continuarão com uma pista larga, com três faixas. Mas a obra será mais do que isso: ela é o passo inicial para a realização de ajustes necessários no trânsito de toda a região do Shangai, que irão melhorar o fluxo de veículos de uma maneira geral, dando mais fluidez e segurança a motoristas e pedestres”, explicou o prefeito Marco Bertaiolli.

Os quarteirões entre as ruas Barão de Jaceguai e Otto Unger passarão a ter mão única de direção no sentido da Rua Cel. Cardoso Siqueira

Com a Olegário Paiva duplicada, os motoristas que chegam à região do Shangai a partir da passagem subterrânea engenheiro Oswaldo Crespo de Abreu sairão de duas para três pistas, o que reduzir os pontos de lentidão. Além disso, os quarteirões entre as ruas Barão de Jaceguai e Otto Unger, que hoje são mão dupla, passarão a ter mão única de direção à Rua Coronel Cardoso de Siqueira.

O estacionamento na Olegário Paiva será permitido apenas no lado direito do quarteirão entre as ruas Coronel Souza Franco e Otto Unger. No restante da extensão, será proibido, inclusive no trecho entre as ruas Otto Unger e Coronel Cardoso de Siqueira.

Mudanças

A Rua Doutor Antônio Cândido Vieira também terá alterações a partir desta segunda-feira. A via terá o sentido invertido entre as ruas Coronel Souza Franco e Major Pinheiro Franco, se tornando opção para o motorista que se dirige à região do Shangai ou que quer acessar a Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães. A rua, que já ganhou novos semáforos nos cruzamentos com as ruas Senador Dantas e Doutor Ricardo Vilela, também terá equipamentos nos encontros com as ruas Coronel Souza Franco e Major Pinheiro Franco.

Com esta alteração, teremos um sistema binário, ou seja, uma rua em cada direção, facilitando o trânsito de veículos e permitindo ao motorista que faça o contorno dos quarteirões com mais facilidade. Além disso, será resolvido um conflito viário no cruzamento com a Rua Coronel Souza Franco, em que dois sentidos do fluxo da Rua Doutor Antonio Cândido Vieira atualmente se encontram“, afirmou o secretário municipal de Transportes, Nobuo Aoki Xiol.

O secretário lembrou que o quarteirão da rua Doutor Antônio Cândido Vieira entre as ruas Major Pinheiro Franco e Navajas também terá a mão de direção invertida durante a semana, quando ocorrerem as alterações nas duas ruas.

O ponto de táxi existente entre as ruas Doutor Ricardo Vilela e Major Pinheiro Franco será transferido para o quarteirão entre as ruas Doutor Ricardo Vilela e Barão de Jaceguai.

Navajas e Major Pinheiro Franco

Outras duas ruas da região do Shangai também terão alterações durante a semana. A Major Pinheiro Franco terá mão de direção invertida entre as ruas Presidente Rodrigues Alves e Antonio Cândido Vieira, passando a fazer o sentido Centro – Shangai. Quando o novo sentido entrar em vigor, a via formará um corredor com a Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, dando acesso a bairros como Socorro e o distrito de Cezar de Souza.

Já a Rua Navajas terá mão única no trecho entre as ruas Olegário Paiva e Presidente Rodrigues Alves, no sentido Shangai – Centro. Com isso, ela absorverá também o trânsito que hoje utiliza a Rua Major Pinheiro Franco para acessar a Região Central.

Neste caso, também teremos um sistema binário de ruas, facilitando a mobilidade na região, além do acesso e saída do Centro da cidade. Optamos por fazer estas mudanças alguns dias depois para que os motoristas possam absorver as intervenções”, disse Xiol, lembrando que foi planejada uma grande operação para orientar os motoristas nos primeiros dias das mudanças.

Fonte: Prefeitura de Mogi das Cruzes

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 300 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: